terça-feira, 26 de maio de 2009

Ontakesan-御嶽山 3.067 metros


Lago no topo do monte Ontake(foto:Kaoru Noda)

A província onde moro, Nagano é um paraíso para os aficcionado por montanhas, já que só aqui, encontram-se mais de 1.159 picos registrados.


Essa imensidão, se torna maior se
juntarmos as províncias vizinhas, como Gifu, Yamanashi,Toyama, Shizuoka,Nigata, por exemplo, fazendo dessa região a maior área de montanhas do Japão.


Imagina você, que adora montanhas e no seu belo dia de folga, resolve ir a uma delas.Tudo bem, que todas elas ficam bem próximas(se você morar em Nagano como eu moro), mas não é fácil escolher, mesmo que veja em revistas especializadas é uma tarefa complicada.


Estava ja no mês de Setembro de 2.008, querendo fazer uma, antes da neve cair e estava nessa dúvida, quando consultando a relação das cem montanhas mais belas do Japão, me deparei com a foto do monte Ontake(Ontakesan).


Como nào tinha ascendido nenhuma montanha dos alpes central, não tive dúvidas que seria ela o monte Ontake de 3.067 metros, situado na cidade de Kiso, na rota 19.Querem as coordenadas?Situa se ao Norte 35° 53'"34'' e à leste 137° 28'50'', satisfeitos?


Minha sorte éra que trabalhava em uma empresa que muitos praticavam o montanhismo e escaladas, sendo que meus parceiros, aliás todos eles, bastava dar uma palavrinha que se não tivesse nada em vista, prontamente arrumavam os equipamentos e logo cedo partíamos para mais uma e numa dessas, convidei o Carlos, grande amigo e apaixonado pelo montanhismo que se prontificou a ir e convidou mais um amigo o Luciano e tudo pronto, lá estavamos nós para mais uma bela manhã ensolarada,subir o vulcão(sim o Ontake é um vulcão ativo).


O caminho até o início da trilha, passa por uma estrada bela e sendo outono, as folhagens ficam numa coloração amarelo/avermelhado, dando um tom muito bonito ao redor da montanha.


Iniciamos a subida logo cedo e pelo caminho, cruzávamos com varios monges, já que lá é um santuário também e vários montanhistas, de várias idades, desde os mais jovens mesmo, até os mais idosos, já que nesse país é abundante o número de praticantes dessa modalidade.


Do início até o topo, leva em torno de quatro horas e chegando próximo ao topo, dá para sentir o cheiro de enxofre exalado pelo vulcão, anunciando que estavamos próximo da nossa conquista.


Do topo, dá para avistar o lago formado pelo degelo, em tom azul/verde turquesa, muito bonito e as montanhas ao redor, dentre eles o monte Fuji o mais alto do Japão,com seus 3.776 metros e formando um cartão postal, fora as outras belas montanhas que compoem um cenário que só quem vai até o fim é agraciado com tanta beleza.


Esse dia foi especial, já que foi o batismo do nosso amigo Luciano, sua primeira montanha e logo um três mil metros, começou bem o garoto.


Fotos tiradas, belo visual curtido, barriga cheia e descansados, arrumamos tudo e pé na trilha de volta, montanha abaixo.


Essa montanha vai ficar na memória, já que também foi minha primeira montanha dos alpes central.


Agradeço ao Carlos e Luciano.Valeu, obrigado pela companhia e espero trilhar por mais caminhos juntos.


Texto e foto:Kaoru Noda

2 comentários:

Exilado disse...

Pois é mestre Noda...tem gente q acha q em Nagano só tem gelo! Tem muita coisa legal q vale a pena ser vista nessa provincia! É duro ouvir gente ignorante dizer que as belezas naturais do Japão não são tão exuberantes quanto as brasileiras...a vontade de ganhar dinheiro cega as pessoas, né não?
Forte abraço mestre!

Kaoru Noda disse...

No mundo todo, temos coisas belas, bastando para isso,parar para olhar cada detalhe da natureza.
Se fizer isso, onde quer que você esteja, vai encontrar coisas belas e se sentir espiritualmente melhor.